O que você precisa
Cadastre-se e receba as Principais Notícias da Diocese no seu Email

“A Iniciação à Vida Cristã é uma grande revolução

Em entrevista à Canção Nova, dom Orlando destacou a necessidade de preparar melhor as crianças, jovens e adultos para um Cristianismo de raiz, e não de aparências: “Primeiro é preciso que a pessoa tenha uma experiência, propondo um encantamento por Jesus Cristo, então só assim a Doutrina e o Catecismo terão valores. Se a gente não tem essa experiência viva com Jesus, o encantamento por Ele, vai ser muito difícil fazer as crianças, os jovens e os catequizandos a perseverarem na Igreja. Então é uma grande revolução na nossa Igreja, a Iniciação à Vida Cristã”.

Na ocasião, também destacou que a Exortação Apostólica do papa Francisco, Amoris Laetitia, estudada pelos bispos nos últimos dias, é um grande presente de Deus para a Igreja: “Esta exortação busca soluções concretas e anima também a família como o futuro da própria humanidade. Tudo passa pela família, então tudo aquilo que fizermos pela família é claro, nós estamos ajudando o mundo a ser melhor e mais feliz, ajudando também o mundo a se transformar em família. Portanto, logo que toda esta temática estiver resolvida, vamos ver, conhecer e divulgar esses caminhos pastorais para a família”.

Outro tema muito falado no evento foi a atual realidade socioeconômica do Brasil. O bispo de Aparecida (SP) disse que as notas referentes a este tema são concretas, corajosas e proféticas porque trazem não apenas críticas, mas caminhos para driblar a situação. “A corrupção e a mentira se tornou uma cultura brasileira, o jeitinho brasileiro é péssimo. Sem ideologia nenhuma e sem partidarismo, mas a partir do Evangelho, a Igreja quer contribuir também com a Doutrina Social para um Brasil mais fraterno, solidário e verdadeiro. Enfim, estamos pensando nos desempregados, nas eleições 2018 e pensando em um Brasil novo e melhor”, concluiu.

Com informações da Canção Nova